Câmara de Várzea Grande aprova projeto que institui a ‘Semana de Conscientização da Mielomeningocele’

Os vereadores aprovaram por 19 votos favoráveis na sessão ordinária da última quarta-feira (30.10) da Câmara Municipal de Várzea Grande, o Projeto de Lei nº 151/2019 que institui a Semana de Conscientização Sobre a Mielomeningocele - o tipo mais grave de espinha bífida-  no município de Várzea Grande. 

Conforme a proposta de autoria do vereador Rodrigo Coelho (PTB), a semana de conscientização será comemorado anualmente no mês de outubro. No período, a sociedade civil poderá promover debates e eventos, a fim de estimular o desenvolvimento de atividades, campanhas e projetos de incentivos. 

“Informar mais sobre a origem da Mielomeningocele, o tipo mais grave de espinha bífida, pode ajudar as famílias na prevenção, tratamento e possibilidade de minimizar algumas lesões. É uma doença desconhecida por grande parte dos várzea-grandenses, porém, conforme estudos apresentados pela Organização Mundial da Saúde em 2003, o Brasil é o quarto país com maior incidência de espinha bífida”, ressalta Coelho. 

Em sua justificativa, Rodrigo Coelho diz que atualmente a Associação de Espinha Bífida de Mato Grosso (AEB-MT), atende aproximadamente 100 pessoas com espinha bífida em Cuiabá, e em Várzea Grande existe o maior número de associados: “Se os hospitais públicos e privados registrassem as crianças que nascem com a patologia, teríamos um controle estatístico e sócioassistencial. Este projeto de lei tem a finalidade de obrigar todos os hospitais do município a notificar a Secretaria de Saúde para informar o nascimento de crianças com a doença”, disse o vereador. 

A proposta segue para sanção ou veto do Poder Executivo.